Mudanças.

Como sabem, desde Janeiro passado que embarcamos nesta aventura da emigração! Empacotámos a nossa vida (literalmente) e viemos viver para Dublin. O Faneco a trabalhar e eu contava ficar o primeiro ano (+ coisa, – coisa) com a Maria em casa e só depois retomar a vida profissional, apesar de ir sempre mandando uns curriculums, sempre que via alguma oferta na minha área.

Felizmente (e sim, FELIZMENTE) tive a sorte da primeira entrevista a que fui correr bem e ser contratada e já comecei a trabalhar na passada 4ªfeira 🙂 A Maria entretanto já está na creche, e está-se a adaptar, uns dias melhor, outros pior, mas em pouco tempo estará perfeitamente adaptada!

3

 

 

2

1

Mudámos o nosso dia-a-dia, as nossas rotinas, as nossas prioridades e em pouco mais de 5 meses reinventámos a nossa vida e claro que não podia estar mais orgulhosa de nós três como família.

Home Sweet Home

Depois de um passado onde vivi em 5 casas diferentes…

…faz hoje precisamente 8 meses, que circulava nas ruas do Barreiro uma Citroen Xsara com um colchão de 2.00×2.20 em cima, preso por umas miseras cordas.

E que significa isso por acaso? Bem foi o dia da escritura da nossa casa, e por isso entendemos que haviamos de lá ir dormir, para festejar o “parto” dificil que foi a compra, só tinhamos o colchão mas afinal de contas tinhamos o essencial!

O que quero dizer é que adoro a minha (nossa) casa e o que me faz adorá-la mais é o facto de estarmos lá os dois a viver! Adoro sair de manhã e saber que no fim do dia lá vou regressar, é o nosso refúgio, onde partilhamos as histórias do nosso dia, onde rimos, jogamos, vemos filmes de empreitada, cozinhamos jantarinhos românticos só porque sim.

Adoro a nossa casa e adoro-te a ti!

Nota: este desenho fofinho pretende retratar a casa de que se fala,  foi feito no Sketch Book do meu iphone4, com a minha caneta ‘pogo sketch’, e não corresponde nada à realidade 😉