Tomates da Faneca.

Desde que começamos a ter tomates, que os nossos tomateiros não pararam de dar.

Conclusão: excesso de tomates cá por casa…sem saber o que lhes fazer, pesquisei e encontrei uma receita de polpa de tomate caseira, fácil de fazer  e que se for boa, é uma boa solução de aproveitamento dos recuros da nossa horta!

Ora aqui vai:

Tomates maduros

3 folhas de louro

1 cebola grande

pimenta moida

alho em pó

azeite

salsa

Faz-se um refogado com o azeite, o louro e a cebola partida aos bocados e depois juntam-se os tomates, previamente descascados e partidos aos quartos. Juntam-se o alho em pó, a salsa, a pimenta e deixa-se estar ao lume por 2 horas (ir mexendo de vez em quando). Passadas as duas horas, retiram-se as folhas de louro e passa-se com a varinha.

Ainda quente colocam-se em frascos esterilizados.

Para conservar a polpa acrescentei uma camada fina de azeite dentro do frasco…e guardei no frigorifico!

Foi a primeira vez que fiz esta experiência, não sei se será bom ou não, mas lá que cheirava bem, cheirava!!

Se quiserem saber mais sobre a nossa horta é só visitarem o blog do Faneco:

http://coisas.rechena.com

A Faneca, o Faneco e os Fanequinhos de férias na terrinha.

Devido à falta de tempo, os posts têm saido assim a conta gotas…eu sei, mas em época de verão paramos pouco em casa e sobra pouco tempo para estar ao computador, é por isso que alguns posts saem um pouco fora de tempo.

Na semana passada rumámos  a Montalvão, nós e os miúdos, já sabiamos de antemão que férias com três crianças de 6,7 e 10 anos não ia ser propriamente de papo po ar…e não foram…confirma-se!!

Mas a verdade é que soube bem reviver as minhas férias de criança em Montalvão através dos miúdos. A liberdade de correr e brincar, o ir chamar os amiguinhos a casa, o entra e sai de casa, as portas sempre abertas, os banhos de mangueira, os churrascos e o cheirinho a café ao pequeno almoço. Há já alguns anos que não passava tantos dias seguidos lá e foram mesmo muito bons. Vamos repetir com certeza para o ano, mas só no Verão, porque de Inverno tá lá um calorzinho estranho eheheh

Ah e em jeito de sugestão, se alguma vez forem para aqueles lados e precisarem de saber onde são umas piscinas muito porreiras, aconselho as de Castelo de Vide, boas, baratas, excelentes condições, muita sombra, e até tem escorregas e tudo, passa-se lá um dia espectacular 🙂