E assim foram as férias – Parte 2

E ‘ós despois’, voltei para contar o resto, que ontem tive com uma grande camada de gripe em cima e não tive paciênciazinha para cá vir (sem desprimor para ninguém).

O CONTEXTO: Quando se aterra no aeroporto da Boa Vista, percebe-se logo que aquele aeroporto é minuscúlo, só para terem noção, é para ai do tamanho de um supermercado Minipreço (daqueles mais pequenos) e sim aterram lá aviões e  têm tudo o que faz falta, mas em menos quantidade. Primam pela simpatia, característica que se nota assim que chegamos à ilha. O percurso do aeroporto ao hotel, não sei precisar de quantos km foi, tenho a noção que foram poucos, mas mesmo assim demoramos 45 minutos por estradas muuuuuuuito mazinhas, onde se avistam cabras a comer pedras e pessoas com t-shirts do Benfica (yeiiiihhhh).

Rabil

A PRAIA E O HOTEL: Ora bem, resumindo: o hotel era óptimo, o staff do melhor, a comida do best. tudo muito bom, só tinha um problema, a praia tinha ondas que nunca mais acabavam, a rebentar parecia trovoada (da forte). Eu caguinchas como sou com medo das ondinhas, só molhei os pezinhos, constatei que é quentinha sim senhor, mas temos pena, que ainda tenho muito vivo dentro de mim aquele episódio em que fui levada e trazida das ondas da Praia de melides durante uns minutos valentes e andei a cuspir areia uma semana. Passei a praia e só ia lá dar passeios e vigiar o Faneco de não se afogar.

Uma das especialidades do hotel era Bife de Porco com molho Roberta, sei que sou suspeita, mas acreditem que é muito bom e tenrinho 😉 Não resisti a tirar uma foto..eheheh

Amanhã há mais…Kiss kiss*

2 thoughts on “E assim foram as férias – Parte 2

  1. Devias ter ido para a praia de Sta Monica lá ao lado….essa nao tinha ondas nenhumas…. (Cheguei dia 24 tb da Boavista mas do Riu Karamboa) Se se demoraste 45 minutos do aeroporto entao ficaste no Tuareg na parte Sul…

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *